quinta-feira, 5 de abril de 2012

Bem-vinda, Vida.

A vida
que voa
que fica
que vai
que morre
que é infinita

A vida
que é lembrada 
que é sentida
que é marcante
que é vivida
que é vida

A vida
no passo
do compasso
do tempo
passa

A vida que 
bem fica,
mal se vai
que mal fica
e bem se foi

A vida bem-vinda
é bem-ida
Bem-vinda, vida

3 comentários:

Karoline Freitas. disse...

Nhw! Nhw! Nhw! Tu sabes que eu adoro poemas com ritmo, não é? Vou me envolvendo, me envolvendo, pausando apenas para tomar fôlego e me espantar com o sentido que as tuas palavras tem. ôh.

Natalia. disse...

Uau! Seu poema soube falar da vida em um ritmo gostoso de ler, com palavras fáceis e de forma simples que chega a ser encantadora! Tão lindo que dá até alegria em estar viva.

Natália Campos disse...

Parece música. Quero cantar!

Beijos, querida :)