domingo, 14 de agosto de 2011

Ela, ele e o outro

Ela saiu
num dia importante
Com ele
Deixou o outro
Com coração apertado
Sentindo um gosto amargo

Um, mandou olhar de posse
De vitória
Outro, recebeu o olhar,
Calado
Ela, não sabia de nada
Por trás de tal ato

Um, dizia que a amava
Mentia
Outro, não dizia
Demonstrava
E falava a verdade

Ela, não dizia,
Não demonstrava
Acreditava no errado
Achando-o verdadeiro
E fingia-se de cega para o certo
Não despertava

2 comentários:

Karoline Freitas. disse...

Vontade de ler puxando os braços de um alguém que agora é apenas passado. Tão parecido com o que tu escrevestes.

Milena Buarque disse...

Às vezes a gente pensa que ama e não passa de truque de nossa mente/coração. O problema é entender os dois quando resolvem seguir caminhos opostos...