sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Poema segundo abraços

Encaixar um ano nos abraços de
segundos.

Encaixar um ano
inteiro
nos (a)braços dos segundos

Abraços
de um ano
a cada cinco segundos:

                                                                               re
                                                                                encontros.


[Segundos. Inteiro(s). De um ano.]

4 comentários:

Rayanne Albuquerque disse...

Saudade resumida.

Renan Mendes disse...

E eu, que prefiro palavras enfileiradas e ideias "lineares", acabei gostando do teu poema.

E sobre a visita ao consultório das minhas confissões, fico feliz quando alguém se perde e aparece por lá. Por mais desatualizado que esteja, é sempre bom saber que não sou o único. Volte sempre que eu volto sempre.

(Um sorriso pra Amélie)

Lorenna Rodrigues disse...

Tenho uns abraços desses esperando para serem dados. São abraços que curam.

Kim Aniston disse...

Uauuu...que saudade gostosa de sentir...amei...bjus!